Notícias

13/02/2019 - Notícia

Marcos Rocha pede esforço conjunto para melhorar o desempenho da educação em Rondônia

Declaração do governador foi feita na abetura oficial do Ano Letivo da rede estadual de ensino.

Fonte: Vanessa Moura - Secom/ Divulgação Rondônia Dinâmica

O Ano Letivo da rede estadual de ensino foi aberto oficialmente na última segunda-feira (11), pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha (PSL). A solenidade foi realizada na escola Brasília, em Porto Velho, uma das 11 escolas que fazem parte do programa ‘Escola Novo Tempo – Ensino Médio em Tempo Integral’.  

Com o slogan: “Novos tempos, novas aprendizagens, melhores resultados”, a meta do Estado é melhorar o desempenho no Ensino Médio e profissionalizante. Marcos Rocha disse que acredita que o desafio será cumprido. 

‘‘Eu vejo na educação a salvação. Vamos juntos mudar o nosso estado e a mudança começa dentro de nós, com nossas atitudes. Se estivermos comprometidos vamos vencer qualquer adversidade’’, disse o governador ao pedir um esforço conjunto de alunos, profissionais da educação e da sociedade, em geral, para fazer a diferença na educação, a partir de agora.

Segundo o governador, a escolha do professor Suamy Lacerda para assumir a Secretaria da Educação se deu devido aos bons projetos que ele tem para aprimorar o ensino. ‘‘São projetos encantadores que eu quero que aconteçam. Não tenho dúvida que podemos ter a melhor educação do nosso país’’, afirma. Para ele, a nova educação de Rondônia deve fazer com que o estudante esteja preparado para o mercado de trabalho.

Motivação
O governador usou a própria história para motivar os estudantes a fazerem boas escolhas. De acordo com a matéria noticiada pelo portal Rondônia Dinâmica, Marcos Rocha cursou boa parte dos estudos em escolas públicas, mas durante três anos ganhou uma bolsa para escola particular. 

‘‘Eu vivi uma situação muito difícil, éramos muito pobres. Recebi convites para assaltar, usar drogas, mas os ensinamentos dos meus pais era que eu dissesse não para essas propostas’’, lembrou o governador.  

Em sua fala, o governador ressaltou que apesar de ser uma situação de tristeza, entrar no mundo do crime é uma questão de escolha. ‘‘Aos 17 anos entrei para o Exército e depois fui aprovado na Polícia Militar, tive a oportunidade de ser diretor da escola Tiradentes. Mas tenho tristeza ao saber que muitos dos meus amigos já morreram por envolvimento no crime e nas drogas, mas isso é uma questão de escolha”, afirmou Marcos Rocha. 

“Eu tive professores que me orientaram, me trataram com carinho e respeito. As escolas tem que ter esse cuidado. A vocês alunos, eu peço que estejam imbuídos de fazer a diferença. É importante aprender, é importante passar por essa capacitação’’, concluiu.