Notícias

06/12/2018 - Notícia

Damares Alves vai comandar Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Anúncio foi feito pelo futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni

Foi escolhida a futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos: Damares Alves, que é advogada e pastora evangélica, comandará o novo ministério, no governo de Jair Bolsonaro. 

A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (6) por Onyx Lorenzoni, futuro ministro-chefe da Casa Civil. Com a indicação de Damares, foram definidos 21 dos 22 ministérios, restando apenas a escolha de um nome para assumir a pasta do Meio Ambiente. 

A pasta comandada pela advogada é ampla e deve abranger a Funai (Fundação Nacional do Índio). “Índio é gente e precisa ser visto como um todo. Índio não é só terra”, declarou a futura ministra. 

Em entrevista coletiva na sede do governo de transição, em Brasília, Damares conversou com a imprensa e, entre os assuntos abordados, ela enfatizou a proposta de criar um “pacto pela infância”, com uma secretaria dedicada ao tema.  

"Nunca a infância foi tão atingida como nos dias de hoje. Nós vamos propor um pacto pela infância [...] A infância vai ser prioridade nesse governo", enfatizou.

Sobre a pauta LGBT, ela adiantou que irá dialogar com representantes de movimentos. "Eu tenho entendido que dá para ter um governo de paz entre o movimento conservador, o movimento LBGT e os demais movimentos", disse. 

Em relação à importância da equiparação salarial de gênero, Damares garantiu que "nenhum homem vai ganhar mais que mulher desenvolvendo a mesma função".

A futura ministra ainda compartilhou um sonho com o tom de quem assume um compromisso: "Nosso objetivo é que em poucos anos essa vai ser a melhor nação do mundo para se nascer menina", disse.